Você sabia que a uva Bonarda argentina na verdade tem origem francesa? Conheça suas particularidades e deguste um bom vinho fabricado a partir desta casta, com dicas de harmonização do Expert em vinhos, Dionísio Chaves.

A casta Bonarda historicamente era muito utilizada no blend dos vinhos Piemonteses para ajudar a amaciar os taninos da uva Nebbiolo. Essa Bonarda não tem relação com a Bonarda encontrada na Argentina. Na verdade, a Bonarda encontrada na Argentina tem origem francesa, na região da Saboia onde é conhecida pelo nome de Douce Noire. Até na França se acreditava que a uva era de origem Piemontesa, mas estudos de DNA mostraram que se tratava de castas distintas.

Hoje, é possível encontrar pequenas produções na França e nos Estados Unidos, mas na Argentina conta com 19 mil hectares plantados.

Bonarda: proporciona vinhos mais leves, frutados e fáceis de beber.

No passado era muito utilizada nos cortes para dar mais equilíbrio aos vinhos tintos. No entanto, hoje é muito comum encontrar vinhos produzidos com 100% Bonarda. Normalmente proporciona vinhos mais leves, frutados e fáceis de beber. Nosso Argento Bonarda é um ótimo exemplar dessa casta. Com passagem de quatro meses em barris de carvalho americano, apresenta uma cor vermelho púrpura intenso, com aromas de frutas vermelhas maduras, framboesa e notas de violeta.

Na boca, tem bom corpo, taninos macios e bom frescor, proporcionando um vinho bem equilibrado. Ideal para acompanhar carnes vermelhas sem muito teor de gordura, pizzas e massas recheadas e com molho de tomate.

Argento Bonarda

Tinto argentino, fabricado com a uva Bonarda argentina, da região de Mendoza. Como indicado pelo Expert, é perfeito para acompanhar o prato principal. É encorpado, guarda até 5 anos e deve ser servido na temperatura de 16º a 18ºC.

Tinto Argento Bonarda. Crédito da foto: Zona Sul (por Fermando Mafra).

Vai bem com…

Picanha, bife de chorizo, pizzas, massas com molhos picantes, queijo de meia cura e risoto com ragu de cordeiro. Uma dica infalível é a receita de lombo de porco recheado, que o Expert Piero Cagnin ensina a preparar. Afinal, um bom vinho pede um bom prato.

Receita de lombo suíno recheado, por Piero Cagnin.

Comentário do Expert

Tonalidade púrpura, nariz fino com aromas de frutas negras, hortelã e alcaçuz. Na boca, tem bom corpo, boa intensidade, boa persistência, bom equilíbrio e final longo e agradável.

Propriedades do vinho Argento Bonarda

Prepare seu momento especial e harmonize com o vinho tinto Argento Bonarda, produzido com as uvas Bonarda argentinas. Boa degustação!