Conhecido como “a bebida dos reis”, o espumante geralmente é associado a celebrações. De fato, temos muito o que celebrar com a produção de espumantes, especialmente os da linha Cave Geisse, que levam o talento brasileiro a solos e taças internacionais e conquistam a cada dia mais reconhecimento. Mas não se assuste ao descobrir que brindar com o ouro brasileiro em mãos é mais fácil do parece. Basta rolar o post e descobrir onde encontrar o seu Cave Geisse favorito.

História da Família Geisse

Tudo começou quando o engenheiro agrônomo e enólogo chileno Mario Geisse veio ao Brasil em 1976. Logo nos primeiros anos, percebeu que a região sul possuía um grande potencial para o cultivo de uvas de alta qualidade, especialmente para a produção de espumantes.

Apostando nisso, iniciou sua busca pelo local ideal para aproveitar ao máximo o potencial da região. Três anos depois, fundou a Vinícola Geisse no até então pouco explorado terroir de Pinto Bandeira.

Em 1998, ano em que ocorreu a Safra do Cave Geisse Brut, espumante que permaneceu em guarda ao longo de 12 anos, foi comprovada a qualidade do Terroir de Pinto Bandeira para elaboração de espumantes de alto nível. A partir daí, os espumantes Geisse ganharam notoriedade mundial, com reconhecimentos não somente em premiações, mas em seleções realizadas por críticos e revistas como a Forbes e Wine Enthusiast.

Assista um pouco dessa história através do olhare do Expert Dionísio Chaves, nesse tour exclusivo do Zona Sul pelas vinícolas brasileiras:

Cave Geisse – vinhos brasileiros por Zona Sul.

Você já faz parte dessa história? É hora de experimentar seu espumante Geisse e descobrir o sabor da evolução.

Nível de doçura dos espumantes

Os espumantes Cave Geisse selecionados pelo Expert Dionísio Chaves para você harmonizar com seu outono são os que possuem menor porcentagem de açúcar em sua composição (licor de expedición ou licor de expedição).

Licor de expedição é a nomenclatura dada à adição do açúcar à composição do espumante.

O espumante é um vinho feito através de um duplo processo de fermentação, onde na segunda fermentação o gás carbônico é mantido e por isso são geradas as borbulhas chamadas tecnicamente de perlage. Após a segunda fermentação, o produtor decide se o espumante será nature (sem adição de açúcar) ou com algum complemento de açúcar para dar a característica desejada.

De forma geral, entre os mais conhecidos, um espumante Nature é o menos doce, e o mais doce, enfim, é o espumante Moscatel. De forma geral, os espumantes Nature e Brut vão bem com frutos do mar e aperitivos. Um Dry combina com massas e até sobremesas. Mas para harmonizar com doces, escolha um Demi-Sec ou Moscatel.

Nível de doçura dos espumantes. Infográfico Zona Sul.

Seleção de espumantes Cave Geisse

Conhecendo um pouco mais sobre o mundo dos espumantes, fica mais fácil entender sobre a qualidade dos vinhos e espumantes produzidos pela Família Geisse.

Entre os rótulos da linha Cave Geisse você encontrará os melhores espumantes da América do Sul, que recebem elogios de críticos do mundo inteiro.

São produzidos pelo método tradicional, assim como os famosos champagnes, onde a segunda fermentação do líquido ocorre dentro da própria garrafa.

Conheça alguns rótulos premiados:

Cave Geisse Nature

Cave Geisse Nature é um espumante que não possui adição de licor de expedição, e vem conquistando cada vez mais admiradores. Para oferecer a classificação “Nature”, o espumante deve oferecer um nível de qualidade muito alto, pois o fato de não ter adição de açúcar faz com que qualquer possível defeito do espumante se torne muito notório. Por ser mais seco, permite uma harmonização com uma grande variedade de pratos.

Seu paladar é encorpado, com acidez equilibrada e aromas com toques tostados, de mel, damasco e amêndoas.

Por ser um espumante seco, combina com praticamente todos os pratos. Mas fica a dica: vai muito bem com massas com queijo, molho branco e frutos do mar.

Uma receita deliciosa para preparar e saborear com seu Cave Nature é essa foccacia com salmão, burrata e saladinha de rúcula pelo Expert Piero Cagnin.

Focaccia com salmão, rúcula e burrata por Piero Cagnin.

Premiações:

  • Ouro duplo na Grande Prova Vinhos do Brasil 2020
  • Ouro Grande Prova Vinhos do Brasil 2019

Cave Geisse Brut

Um clássico dos espumantes elaborados pela Família Geisse, apresenta a perfeita combinação entre as variedades Chardonnay, que entrega toda elegância e sofisticação, somado ao Pinot Noir com toda sua estrutura, traduzindo-se em um vinho muito gastronômico, indicado para as mais variadas harmonizações.

Com perlage fina e persistente, no olfato apresenta uma mistura de frutas secas como damasco e amêndoas. Na boca, possui acidez agradável.

Harmoniza com uma grande variedade de pratos, de carnes a frutos do mar, abrangendo uma infinidade de combinações. Se você quiser surpreender o seu paladar, pode preparar essa casquinha de siri (sem siri) da Expert Lorena Abreu. Você não vai acreditar nos seus sentidos!

Casquinha de siri de palmito pupunha por Lorena Abreu

Premiação: medalha de ouro na Grande Prova Vinhos do Brasil nos anos 2020 e 2018

Baixe o catálogo de vinhos de outono Zona Sul

Para saber mais sobre o mundo dos vinhos e espumantes nacionais e aprender sobre harmonizações perfeitas, a dica é baixar o catálogo de vinhos de outono Zona Sul. Aprecie o potencial brasileiro no mundo da vitivinicultura e celebre conectado ao amor pela gastronomia.

Vinhos de outono Zona Sul 2022.