Do espumante mais doce ao tinto mais encorpado. A Casa Perini é a prova de que o Brasil tem todo o potencial necessário para abraçar a vitivinicultura com propriedade. Conheça a história da vinícola localizada na Serra Gaúcha que conquista a cada dia mais reconhecimento internacional. Aproveite para aprender harmonizações com o Expert Dionísio Chaves!

A Casa Perini

A Casa Perini @casaperini está localizada na Serra Gaúcha, mais especificamente no Vale Trentino, região montanhosa propícia para o cultivo de videiras. Por apresentar invernos rigorosos, verões quentes com noites amenas, solo e altitude adequados, a região produz uvas superiores e excelentes para a elaboração de sucos, vinhos e espumantes, bebidas que a vinícola desenvolve com qualidade e técnicas de inovação.

Toda essa expertise, entretanto, vem de uma longa história, iniciada no século XIX.

Em 1876, a família italiana Perini chegou ao Brasil e se estabeleceu no sul do Brasil. Em 1929, o filho de imigrantes italianos João Perini começou a elaborar seus primeiros vinhos de forma artesanal no porão de sua casa, quando os fornecia para cerimônias festivas da comunidade local, no Vale Trentino, em Farroupilha.

Conheça um pouco mais sobre a história da Casa Perini pelo olhar do Expert Dionísio Chaves, em um tour exclusivo Zona Sul pelas vinícolas brasileiras.

Casa Perini: vinhos brasileiros por Zona Sul.

Inovações com calor humano

Quatro décadas após o patriarca iniciar sua modesta produção, seu filho viria a promover mudanças maiores e fundar a vinícola Perini e os vinhos produzidos começam a ser comercializados. A partir daí começaram os investimentos em tecnologia e inovações, equilibrando o trabalho artesanal com as modernizações.

Em 2010, por exemplo, a vinícola adotou um inovador sistema de rastreabilidade, sendo a primeira do ramo a rastrear todo o caminho do vinho, do vinhedo à garrafa. Em contrapartida, a Casa Perini não abre mão de sua colheita manual. Todas as uvas são colhidas manualmente e colocadas em caixas de até 20kg. Após a colheita, as uvas são selecionadas, garantindo que somente os melhores cachos sejam utilizados na produção.

Visando a evolução na elaboração de seus produtos, a vinícola vem investindo de maneira crescente em estrutura e tecnologia para conciliar recursos técnicos com o fator humano em prol do vinho.

Com todo esse cuidado em todo o processo produtivo, a Casa Perini coleciona mais de 200 premiações nacionais e internacionais. Que tal provar o seu Casa Perini hoje?

Harmonize seu Casa Perini

Conheça alguns rótulos da vinícola, selecionados pelo Expert Dionísio Chaves e saiba como harmonizar com pratos e receitas dos Experts e Chefs Zona Sul.

Espumante Casa Perini Rosé Aquarela

O Casa Perini Aquarela é resultado do harmônico assemblage (blend) das variedades Moscato Branco, Moscato Giallo e Moscato de Hamburgo. Possui borbulhas que formam uma bela coroa de espuma na taça e aromas com notas cítricas que remetem à casca de laranja e flores como o jasmim. Apresenta ótimo equilíbrio entre acidez e açúcar.

Combina perfeitamente com canapés e entradas com sabores doces como frutas ou geleias além de sobremesas à base de cremes ou tortas de frutas, como uma deliciosa cheesecake pela Chef Zona Sul Beth de Sá.

Falando em vinhos, sabia que a Chef Beth de Sá é especialista em enogastronomia? Clique e conheça mais sobre o tema.

Cheesecake de frutas vermelhas por Beth de Sá.

Espumante Casa Perini Rosé Brut

Espumante de coloração rosada cereja que se torna vibrante pelo intenso perlage na taça. Seus aromas tem nuances de frutas vermelhas frescas como framboesa e cereja. Seu sabor é frutado e fresco com final agradavelmente marcante.

Harmoniza com suínos, aves, peixes e molhos agridoces. Surpreenda os seus sentidos harmonizando o espumante Brut Rosé também com um prato típico brasileiro: a feijoada!

Feijoada por Stanislas Brito e Marcelo Malta.

Espumante Casa Perini Moscatel

De cor amarelo palha com aromas florais e de frutas lembrando a pêssego. Na boca, tem boa textura, com bom equilíbrio entre açúcar e acidez. Ideal para consumo imediato, deve ser servido a 6ºC. Perfeito com carnes suínas com geleia, vegetais caramelados e sobremesas à base de frutas, como o tiramisú tropical do Expert Piero Cagnin.

O espumante Casa Perini Moscatel foi classificado como o 5º melhor do mundo pela Associação de Escritores e Jornalistas de Vinhos e Destilados (WAWWJ).

Uma receita deliciosa para você unir frutas, geleias e sobremesa é a crostata de frutas vermelhas por Piero Cagnin. Veja o passo a passo e faça você mesmo!

Crostata com geleia de frutas vermelhas por Piero Cagnin.

Vinho Rosé Casa Perini

vinho Rosé brasileiro Casa Perini é leve, de consumo imediato e deve ser servido entre 10 e 12ºC. Possui boa acidez, é frutado e com fundo de boca agradável. Seus aromas são delicados de frutas como morango, cereja e pintanga.

Harmoniza com saladas, peixes leves, frango assado, canapés e queijos frescos. Sashimis e sushis de peixe branco, atum e salmão também são perfeitos para acompanhar este rosé nacional de qualidade. Você encontra culinária japonesa de primeira no Sushi Bar Zona Sul, com menu especial desenvolvido pelo Expert Carlos Ohata.

Vinho branco Casa Perini Chardonnay

O vinho branco brasileiro Casa Perini Chardonnay é leve, com aromas de maça e abacaxi, toque floral, mineral e fundo de boca refrescante. Elaborado com a variedade Chardonnay, este vinho não passa por barrica de carvalho e tem estilo leve e refrescante, com boa acidez. 

De consumo imediato, combina com carnes brancas, frutos do mar, massas com molho branco, pratos à base de vegetais, pizzas e queijos leves. Já passou na pizzaria do Zona Sul?

Que tal preparar um prato com todo o sabor da maresia, mas sem utilizar frutos do mar? A receita de casquinha de siri (sem siri) feita com palmito de pupunha é da Expert Lorena Abreu, que aproveita o poder dos legumes e verduras para criar receitas saudáveis e nutritivas com muito sabor!

Casquinha de Siri de Palmito Pupunha por Lorena Abreu.

Vinho tinto Casa Perini Cabernet Sauvignon

Apresenta coloração rubi intensa com reflexos violáceos que denotam excelente corpo e estrutura. Tem boa intensidade aromática e notas de frutas vermelhas como morangos e framboesa. Encorpado, com taninos maduros é agradável de beber e de boa persistência.

Harmoniza com carnes vermelhas levemente apimentadas, massas com molhos condimentados, queijos e embutidos.

Se você quiser preparar um prato bem brasileiro para combinar com o Casa Perini Cabernet, a dica é a paleta de cordeiro com cuscuz por Marcelo Malta e Roberto Neves. Aperte o play e aprenda a preparar sua receita:

Paleta de cordeiro com cuscuz brasileiro por Marcelo Malta e Roberto Neves.

Vinto tinto Casa Perini Tannat

O vinho Casa Perini Tannat apresenta elevada coloração com reflexo violáceo. Aromas que recordam chocolate e baunilha. Com ótima estrutura e taninos marcantes vai bem com churrasco, grelhados, carnes vermelhas, pizzas, queijos picantes e pratos condimentados.

Para aprender a preparar um churrasco perfeito, você pode seguir as dicas do Expert Marcelo Malta e conhecer também receitas para os acompanhamentos, como uma boa farofa ou molho vinagrete.

Baixe o catálogo de outono Zona Sul

Para curtir o melhor do seu outono com vinhos e gastronomia, a dica é baixar o catálogo de vinhos Zona Sul. Com uma seleção criteriosa feita pelo Expert Dionísio Chaves, o catálogo deste ano é 100% dedicado aos vinhos nacionais. Faça um brinde ao sabor da sua terra!

Catálogo de vinhos de outono Zona Sul