Uma das coisas boas do fim do ano é poder aproveitar bons momentos com quem a gente mais ama ao redor da mesa. Afinal, a gastronomia é isso: alimentar boas histórias e eternas memórias. Mas para fazer dessa experiência uma oportunidade ainda mais gostosa, a equipe de Experts e Chefs Zona Sul elaborou uma série de receitas exclusivas para você preparar e colocar o seu tempero especial: o afeto. Bom apetite!

Aqui você vai ver:

De onde veio a tradição da ceia de Natal?

Celebrar o Natal com um belo banquete na ceia é um dos principais costumes da data. Assim como a troca de presentes e a montagem da enfeitada árvore, a típica refeição em família realizada geralmente à meia noite é um ícone natalino. Mas já se perguntou de onde veio esse costume?

Mesas com fartura e ceia à meia-noite. Como surgiram as tradições gastronômicas natalinas?

A abundância de pratos da ceia vem, segundo a literatura, do antigo costume europeu de deixar as portas das casas abertas no Natal para hospedar viajantes, colocando em prática os ensinamentos cristãos. A tradição se espalhou pelo mundo, ganhando a forma de cada cultura à qual era somada. Um dos exemplos é a adição do peru de Natal, típico menu norte americano do Dia de Ação de Graças (Thanksgiving).

No Brasil, pratos típicos foram ganhando espaço, como o salpicão, cuja receita você pode aprender neste vídeo aqui embaixo. Aperte o play!

Receita de salpicão carioca.

Já o costume brasileiro de ceiar à meia noite, na virada do dia 24 para o dia 25 de dezembro, é uma herança dos portugueses. Nos tempos de colonização, vários acontecimentos precediam a Missa do Galo, que marcava o fim do jejum dos católicos na véspera do Natal, liberando todos para a farta ceia.

No artigo publicado no site da Academia Brasileira de Letras você encontra mais detalhes históricos sobre o Natal no Brasil, que une diversos costumes portugueses com o folclore verde e amarelo.

“O Natal é a festa popular que inclui todo o país, numa unanimidade rara em qualquer lugar.”

Citação de Luís da Câmara Cascudo, um dos maiores cientistas sociais do país

Receitas para a ceia

Como manda a tradição, uma boa ceia precisa ser bem farta e bem democrática. Por isso, é bom contar com aquela entradinha para preceder a ceia, se você não quiser esperar dar meia-noite em jejum.

Depois, o protagonismo do prato principal, com as aves, carnes (ou opções veganas) e acompanhamentos. Por fim, as sobremesas mais esperadas do ano todo. E tudo isso regado a bebidas práticas e deliciosas como clericot ou sangria em jarras.

Para cada etapa do seu banquete, o Zona Sul preparou dicas dos Experts e Chefs para você.

Aperitivos

Para petiscar antes do grande momento gastronômico da noite, a dica são os queridos bolinhos de bacalhau ou salgadinhos como o croquete de grão de bico com atum, que pode ser preparado na sua versão vegetariana, com atum vegetal.

Uma outra alternativa perfeita para “começar os trabalhos” é uma gostosa tábua de queijos e frios. Você pode montar a sua tábua de queijos seguindo as dicas do Expert André Guedes ou pode escolher uma das petisqueiras previamente montadas para você com produtos 100% selecionados pelo supermercado mais amado do Rio.

Tábuas e petisqueiras de frios e queijos Zona Sul. Baixe o seu catálogo.

Pratos principais e acompanhamentos

Para os pratos salgados, que geralmente são os protagonistas da ceia, você pode aprender diversas receitas diferentes aqui. Pode também criar versões dos pratos com ingredientes substitutos para fazer uma ceia vegetariana, com as dicas da Expert em Cozinha Saudável Lorena Abreu e do Chef Zona Sul David Eleutério.

Lombo de namorado com brandade de bacalhau

Uma receita do Chef David Eleutério que combina bacalhau, namorado, escamas de amêndoas e legumes confit, que quer dizer legumes assados em baixa temperatura. Além de delicioso, o prato tem uma linda apresentação e vai virar o queridinho das festas de fim de ano.


Lulas recheadas com cothechino

Se você é fã dos pratos com sabores do mar, pode variar e ir além do bacalhau. Experimente uma receita de lula recheada com Cotechino, um típico embutido italiano. Seu Natal com gostinho da gastronomia italiana. Dê o play e siga as dicas do Expert Piero Cagnin.

Lucas recehadas com Cotechino por Piero Cagnin

Arroz de fim de festa com frango e passas

Se você quiser aproveitar o que sobrou no Natal e levar para o almoço de Ano Novo, a dica é preparar um delicioso arroz que mistura com propriedade passas, frango e até banana à milanesa para um cardápio carioca de coração.

Arroz de fim de festa por David Eleutério.

Arroz de polvo

Como uma típica receita do Chef Thiago Rossetti, já podemos esperar um sabor do mar com um tempero asiático, correto? Sim! Essa receita de arroz de polvo é repleta de temperos aromáticos e utiliza o perfumado arroz indiano Basmati. Confira a receita e fuja do convencional!

Doces e sobremesas

Para aqueles que acham que o prato principal está muito longe de ser o principal da festa e a medalha de ouro é dos doces, a hora é agora. Receitas de cheesecakes, crumbles e até de panettones artesanais, caso você não queira comprar um panettone ou pandoro italianos.

Cheesecake de frutas vermelhas

Uma receita da Chef Beth de Sá que vai deixar sua mesa de doces com as cores do Natal.

Cheesecake de frutas vermelhas por Beth de Sá.

Crostata italiana

Uma receita de família feita em família! Confira o passo a passo do Expert em cafés Paulo Tassinari com sua filha Gabriela Tassinari @gabrielatassinari.

Crostata italiana por Paulo e Gabriela Tassinari.

Pudim de panettone amanteigado

A Chef Zona Sul Thays Costa sabe ousar na cozinha e consegue transformar panettone em pudim. Não acredita? Então vem aprender uma receita que utiliza até mesmo uísque e mel. O resultado é maravilhoso!

Pudim de panettone pela Chef Zona Sul Thays Costa.

Panettone artesanal

Panettone é um item obrigatório na mesa de Natal, não é mesmo? Seja em tamanho família ou pequeno, servindo como lembrancinha individual, o doce é querido por todos. Para dizer pra todo mundo que foi você mesmo quem fez o panettone deste ano, siga as dicas do Chef Roberto Neves e capriche no seu toque especial.

Panettone artesanal por Roberto Neves.

Ceia vegetariana

Não é tendência, muito menos modinha. O vegetarianismo e o veganismo são filosofias alimentares.

Mas quem não come carnes, ovos ou laticínios sabe muito bem que o papo de que o cardápio do vegano “só tem alface” é pura mentira. A prova real disso são as opções incríveis de pratos sem carne, ovos ou laticínios que são possíveis criar para a ceia.

Você pode comprovar com a Expert Lorena Abreu, que também adora compartilhar receitas da Cozinha Saudável.

Bebidas para uma noite mais feliz

Uma festa não é uma festa sem bebidas! Por isso, aproveitando que as nossas celebrações de fim de ano coincidem com o verão as dicas são os drinks refrescantes como sangrias e clericots, à base de frutas e muito gelo! Veja os preparos dos bartenders do Bar do Rio Zona Sul e aprenda a fazer o seu drink!

Cervejas para harmonizar

Além dos drinks com espumantes e vinhos, as cervejas são indicações perfeitas para harmonizar com sua ceia. Há alguns anos atrás, as cervejas eram encaradas pelos brasileiros como a “gelada do verão”, sem considerar a grande variedade de estilos que existe no universo cervejeiro.

“As cervejas são ótimas para harmonizar, para celebrar e para presentear!”

Expert José Padilha

Felizmente, nos dias de hoje, principalmente após a expansão das cervejarias artesanais no Brasil (vide anuário da cerveja 2020 – CERV), o consumidor tem tomado conhecimento sobre o assunto e, como diz o Expert José Padilha: “quem diz que não gosta de cerveja é porque ainda não conheceu o estilo com o qual se identifica!”.

A receita para sua ceia perfeita está aqui, mas não se esqueça de rechear o seu menu com o ingrediente principal: muito amor. Boas festas!