Você já se apaixonou? Se sua resposta for sim, então você conhece aquela vontade de largar tudo para se jogar de vez em um relacionamento. A paixão pode acontecer entre dois indivíduos, mas também entre pessoas e profissões. É o caso de muitos influencers atualmente que guardam uma história de mudança radical de vida, impulsionada por um amor pela culinária que cresceu no período em que todo mundo mais resolveu cozinhar em casa: a pandemia. Quer saber quem são esses conectados pelo amor à gastronomia? Vem com a gente!

Aqui você vai ver:

A gastronomia que muda vidas

Batemos um papo com cada um dos convidados que experimentaram e ainda vivenciam a mudança radical que a gastronomia junto às redes sociais impulsionou durante a pandemia. Qual o ingrediente secreto? Descubra um pouquinho de cada um e conheça as suas receitas mais famosas!

Fê Dantas (Solo Alimentação Integrativa)

Fê Dantas @soloalimentacaointegrativa é apaixonada por gastronomia e tudo que é relacionado à qualidade de vida (natureza, animais, família, amigos). Busca desfrutar de uma vida equilibrada com saúde integral, tendo como referência de lifestyle alguns nomes como Bela Gil e Tati Lund.

Antes de se envolver com o mundo das receitas, Fê não sabia, mas já tinha armazenada na sua memória a gastronomia: uma avó especialista em doces, seus pais bons em churrasco e um irmão chef com anos de experiência na Europa. Apesar do histórico, Fê trabalhou com moda na área de criação e desenvolvimento de produtos, mas antes da pandemia atuava no mercado imobiliário.

Durante a pandemia, sua mudança de hábitos após parar de comer carne fez com que buscasse mais informações sobre saúde, alimentação, recolocação animal e produtos orgânicos. Assim, percebeu que poderia ajudar pessoas naquele momento inusitado e fazer disso também uma nova profissão.

Uma das suas receitas que chamou a atenção foi a lasanha com massa de espinafre e recheio de abobrinha, berinjela, cebola e pimentão assados e creme de abóbora ao molho bechamel. A partir daí outras receitas plant-based continuam inspirando os menus dos seus seguidores.

Depois da sua primeira produção, Fê percebeu que o hobby viraria atividade profissional e abriu sua empresa, a Solo Alimentação Integrativa. Através da Solo, Fê realiza programas alimentares e outros serviços como o Box Sensorial (uma versão mais humanizada da cesta de café da manhã), produtos gourmet, catering e o envolvimento em alguns projetos sociais.

“Minhas receitas são totalmente intuitivas. Nada que eu não possa mudar e porcionar, mas ainda trabalho na intuição e conhecimento adquirido ao longo dos anos.”

Fê Dantas

Olha só o depoimento da Fê, que foi convidada a participar da Semana da Gastronomia Zona Sul criando sua receita queridinha somente com produtos orgânicos.


Carola Troisgros

Carola Troisgros (@carolatroisgros), diferentemente do que o sobrenome indica, não nasceu Chef. Cercada por familiares envolvidos com gastronomia, Carola é publicitaria por formação e trabalhou com produção de filmes, moda, eventos e ainda no grupo Troisgros Brasil.

Em 2013 começou a se aventurar no mundo dos doces e receitas caseiras, mas foi em 2019 que criou sua marca de bolos e percebeu que precisaria se dedicar exclusivamente a ela.

“A pandemia foi um momento de insegurança e saudades, e as pessoas acharam conforto e apoio nos bolos.”

Carola Troisgros

Seu bolo de laranja foi um dos mais pedidos e Carola associa diretamente ao fator Comfort Food: a memória afetiva relacionada à receita passada de geração em geração. Afinal, o bolo está entre os 10 doces preferidos dos brasileiros.

Carola conta que administrar o próprio negócio foi um desafio, mas seguiu em frente com o apoio da família e enfrentou seus medos. Investiu tempo em divulgação em mídia social, sua principal ferramenta de venda e posicionamento.

“Meu objetivo é me tornar uma comunicadora e compartilhar receitas práticas e cheia de memória afetiva. Quero ensinar com vendas de cursos online ou até começar um business.”

Carola Troisgros

Suas inspirações gastronômicas são diversas: Pierre, Claude e Thomas Troisgros, sem dúvidas. Jessica Trindade, Ju Ferraz, Juliana Gueiros, Vini Cordeiro, Rita Lobo, Isabela Suplicy, entre outros.

“A mais especial de todas é minha mãe que é uma cozinheira de comida caseira e uma boleira de mão cheia.”

Carola Troisgros

Ju Carepa Confeitaria

Ju Carepa @jucarepa.confeitaria é paraense (assim como o Chef Zona Sul Roberto Neves) e apaixonada por suas raízes.

“A minha casa tem fotos do Pará, minhas tatuagens são de elementos do Pará, meu cachorro se chama Jambu (planta do Pará) e eu sempre quis levar o Pará para todos que me rodeavam.”

Ju Carepa

Advogada por formação, Ju sempre gostou de cozinhar como hobby, principalmente utilizando ingredientes amazônicos, como cupuaçu e sementes. Durante a pandemia, Ju se deparou com uma solução diferente para comemorar seu aniversário já que estava em casa em isolamento: fazer o seu próprio bolo e enviar pedaços para parentes e amigos. Todo mundo que ganhou uma fatia amou tanto que falou que Ju tinha que produzir bolos profissionalmente. E ela levou a sério!

Ju Carepa: antes e depois do seu bolo de cumaru.

Já que durante a pandemia, não tinha muito para onde fugir, Ju correu atrás de cursos de confeitaria online para se aperfeiçoar. Os processos criativos da cozinha serviam também para aliviar a tensão e acabaram aflorando a sua paixão pela culinária brasileira, que ainda não tinha virado seu foco profissional.

Assim que começou a destinar sua atenção à confeitaria, a advogada largou o Direito, as pós-graduações e a especialização fora para se dedicar a um projeto que sempre esteve ali com ela. E assim nasceu a Ju Carepa Confeitaria Afetiva.

“Comece em paralelo duas profissões e se você puder ( tiver um capital reserva, por exemplo), siga seu instinto e vá. Hoje sou muito mais feliz como empreendedora do que como advogada.”

Ju Carepa

Das suas tortas e bolos mais amados, as principais receitas são duas: a Pororoca, que é uma torta de cupuaçu com caramelo salgado e parmesão maçaricado; e o bolo de cumaru com flores orgânicas. Você sabe o que é cumaru?

Se você é um amante dos sabores do Brasil, Ju Carepa se inspira em Chefs como Thiago Castanho, Diego Lozano, Helena Rizzo e Joyce Galvão, justamente por levantarem muito a bandeira dos ingredientes brasileiros.


Brunhosa

O carioca Rafael Brunhosa @brunhosa tem 43 anos de idade, dos quais 24 são dedicados exclusivamente ao cargo de analista de sistemas de uma multinacional. Isso até descobrir que o seu real prazer estava em ver o sorriso das pessoas ao provar seus quitutes.

Com um histórico gastronômico na família, Brunhosa aprendeu muito com seu pai, que na juventude atuou como chef em clubes tradicionais do Rio de Janeiro. Encarando a gastronomia como um hobby, Rafael viu nas receitas uma forma de terapia diante do isolamento e começou a compartilhar suas dicas no Instagram. Suas inspirações são Jimmy Ogro, Kátia Barbosa, Leonardo Paixão e Paola Carosella.

O projeto deu tão certo que começaram os convites para eventos e parcerias. Foi aí que percebeu que o seu talento para a cozinha tinha tudo para decolar e contou com o incentivo da sua esposa Flávia Brunhosa para correr atrás dos seus sonhos.

A receita que marcou sua transição foi o salmão ao molho de maracujá com purê de batata baroa: uma combinação de sabores incríveis que se complementam, além de ser um prato leve e saudável.

Ainda atuante como analista, Rafael é bem ativo no Instagram e pretende lançar seu canal de Youtube para compartilhar conteúdo e assim, apresentar técnicas que todos possam reproduzir em casa com a família.

“Estou pesquisando me profissionalizar e estou conhecendo melhor as instituições. Depois disso pretendo buscar investidores e quem sabe abrir um negócio que tenha minha cara e onde eu possa imprimir meu amor.”

Rafael Brunhosa

Andrés Schott

Andrés Schott é conhecido como @elparrileroandres no Instagram. O nome do seu perfil em espanhol não é por acaso, afinal Andrés nasceu no Chile mas mora no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro, o que o caracteriza como um legítimo carioca de coração.

Economista, Andrés encontrou sua melhor versão fazendo o que mais gosta, como descreve em sua bio na rede social. Encarando a gastronomia como hobby, foi na pandemia que aconteceu a reviravolta em sua carreira, uma vez que Schott foi deligado da empresa em que trabalhava. Transformando o limão em limonada, com mais tempo para se dedicar às suas receitas, Andrés seguiu os conselhos dos seus amigos e resolveu transformar hobby em negócio.

Sua receita mais vista foi o “cachorro-quente do Andrés”, que leva mostarda Dijón, azeite trufado e até avocado. Se você é fã de cachorro-quente, vai se surpreender!

Atualmente o (ex) economista se dedica a fazer e publicar receitas de cozinha e parrilla no Instagram, além de preparar almoços e jantares em uma pousada na Ilha da Gigoia.

Voce sabia? Parrilla é um tipo de churrasco, em que a carne fica em grelhas em contato próximo com o fogo.

Com inspiração em Chefs como Jamie Oliver, Gordon Ramsay, Francis Mallmann e Aaron Franklin, Andrés Schott aconselha a todos se conectarem às atividades que mais gostam de fazer para descobrirem sua melhor versão.


Agatha Melres

Agatha Melres @agathacozinha é advogada por formação e foi atuando na área que descobriu o veganismo.

“Esgotada com a profissão, resolvi buscar um curso de meditação para acalmar a mente. No curso sugeriram que os participante ficassem 1 semana sem comer carne. Gostei tanto que mesmo depois dessa 1 semana eu resolvi continuar e me tornei vegetariana.”

Agatha Melres

Formada desde 2013, em 2019 Agatha estava já em transição da área jurídica para a gastronomia, com a intenção de concluir sua nova formação como Natural Chef, inspirada em chefs como Bela Gil. Mas em foi em março de 2020, antes da sua formatura prevista para junho, que tudo começou a mudar.

Agatha montou uma turma experimental para ensinar as pessoas a se virarem em uma cozinha à base de vegetais. A turma deu tão certo que fez nascer oficialmente a Mentoria de Cozinha Vegetal. De lá para cá foram 5 turmas e dezenas de alunos que relatam uma transformação na cozinha após a mentoria.

“A inspiração foi minha própria necessidade de criar receitas sem nada de origem animal e perceber que elas tinham um potencial de agradar a mim e a mais pessoas.”

Agatha Melres

Além da paixão pela gastronomia, Agatha descobriu o amor por ensinar. Não planeja ainda abrir um restaurante, pois deseja contribuir para que mais e mais pessoas tenham autonomia na cozinha. Acredita na alimentação à base de vegetais como fonte de saúde, proteção aos animais e ao planeta. Por isso, estimula a criatividade através do Instagram @agathacozinha e de todos os projetos que participa.

Nas redes sociais, sua receita de maior sucesso foi um hambúrguer de beterraba com couve-flor, 100% plant-based.

“Tenha consciência de que mudar de área leva tempo e o processo é turbulento, mas também muito gratificante. Então, planejamento financeiro, pés no chão e coragem!”

Agatha Melres

Luan Scanferla

Luan Scanferla @luan_scanferla é jornalista, mas a pauta da sua carreira foi alterada completamente pela gastronomia. Luan confessa que sempre teve uma certa afinidade com a cozinha, mas a vontade de se aperfeiçoar veio com a necessidade de morar sozinho durante um intercâmbio em 2019.

“O jornalismo sempre foi a carreira que eu tive vontade de seguir, no entanto, fui descobrindo novas paixões no meio deste processo. E uma delas, é a gastronomia. Sou aluno do Instituto Gastronômico Brasileiro (IGA) desde o início do ano passado e vou concluir a minha formação em Gastronomia e Alta Cozinha ao final deste ano.”

Luan Scanferla

Somado ao seu gosto pela culinária, a dificuldade para encontrar emprego na área durante o período da pandemia fez Luan buscar algo novo para fazer e se sentir produtivo. Assim surgiu sua página no Instagram com o objetivo de compartilhar sua experiência e deixar os seguidores com água na boca.

O prato de sua autoria que rendeu mais coraçõezinhos dos seguidores foi um risoto de açafrão, acompanhado de ragu de rabada (também pode ser de costela, ossobuco ou peito).

A dica de Luan Scanferla, que também é um admirador de Chefs como John Gusmão (seu professor), Felipe Bronze e Massimo Bottura, é identificar uma atividade que lhe traga bem-estar, mas que não esteja relacionado com seu trabalho atual.

“Quando descobrir o que te dá o brilho nos olhos, se aprimore e absorva tudo de bom que puder desta área, com muito foco e dedicação.”

Luan Scanferla

Larissa Carvalho (Voraz Cozinha)

A ex-arquiteta e atual Natural Chef Larissa Carvalho é criadora do Voraz Cozinha Vegetal (@vorazcozinha) e tem como objetivo de mostrar que o universo vegetal é incrível, acessível e cheio de possibilidades.

Larissa já tinha uma certa intimidade com a cozinha pois, por ser vegana, Larissa gostava de criar seus pratos. Porém, a pandemia deu a ela mais tempo: de home office no outro trabalho, conseguiu planejar, estruturar e lançar a Voraz pro mundo. O projeto começou a ganhar um lugar nos seus sonhos depois que os amigos começaram a insistir para que ela vendesse suas criações gastronômicas.

“O que me inspirou e me aproximou da gastronomia foi o fato de ter me tornado vegana há 7 anos atrás. Foi uma virada de chave para eu começar a cozinhar.”

Larissa Carvalho

A receita que mais fez sucesso na Voraz Cozinha Vegetal foi com certeza o Fundí. Inspirada no Fondue tradicional, a versão vegetariana foi feita a partir de ingredientes vegetais com a combinação perfeita pra ninguém sentir falta do queijo de vaca. Tem base de castanha de caju, mandioquinha e claro, um toque de vinho branco.

“Hoje me divido entre a gastronomia, na Voraz Cozinha Vegetal e a confeitaria vegetal na Delas Cozinha Plant-Based, onde junto da minha sócia Amanda desenvolvemos muitos doces!”

Larissa Carvalho

Para quem curte o tema, Larissa indica os Chefs que são sua fonte de inspiração: Chad e Derek Sarno, do Wicked Healthy (pelo potencial criativo com a gastronomia vegetal); o chef Charles Michel (pelo potencial artístico de criação) e a chef confeiteira Nanda Carneiro.


Clara Carpegiani

Nascida e criada no Rio de Janeiro, Clara Carpegiani decidiu aos 20 anos se aventurar em um intercâmbio na Europa. Durante a pandemia, Clara estava em um país que não conhecia, longe da família e totalmente fora da sua zona de conforto.

Sua faculdade passou a oferecer aulas online e, sem poder sair de casa, Clara recorreu à sua mais conhecida forma de carinho como distração: a cozinha, já que toda sua família trabalha no ramo de gastronomia.

“Eu era lowcarb na época e sentia muita carência de conteúdos de receitas fáceis da dieta em português, então decidi criar o meu. Comecei a compartilhar principalmente no TikTok e nunca mais parei. Muitos se identificaram com a facilidade das receitas e passaram a me seguir, salvar e compartilhar o conteúdo.”

Clara Carpegiani

Criando receitas fáceis passando pelo universo lowcarb, Clara percebeu que o público estava digerindo (literalmente) muito bem seu conteúdo. Das receitas que impactaram na sua ascensão nas plataformas digitais as mais marcantes foram a mousse de chocolate de caneca e o sanduíche de pimentão.

A influencer ressalta que construiu sua base de seguidores de maneira orgânica, sempre interagindo e constantemente produzindo material. Atualmente é conhecida pelo bordão “receitas mais fáceis do mundo”.

Com o rápido crescimento online, Clara buscou se aperfeiçoar e atualmente já coleciona alguns cursos da Escola Laurent Suaudeau de Artes Culinárias. Sua intenção ainda é focar na produção de conteúdo e entender o comportamento do seu público em cada uma das plataformas.

“Cada plataforma tem um público e, principalmente no Instagram, essa profissionalização é muito bem recebida! No TikTok funcionam mais vídeos mais caseiros e sem muita edição. No Pinterest, percebo uma mistura dos dois.”

Clara Carpegiani

Shilon e Luciana Zygiel (Pizza da Montanha)

O casal Shilon e Luciana Zygiel (@apizzadamontanha) não imaginava que a pandemia lhes daria uma nova experiência relacionada ao empreendedorismo. Shilon Zygiel (50), carioca, músico e produtor cultural e Luciana Zygiel (53), carioca e empresária, sempre foram apaixonados por encontros, música e pizza.

Durante a pandemia, com os shows parados, o casal experimentou fazer pizza no dia dos namorados de 2020 e entregar na casa dos casais amigos. Na embalagem, os Zygiel escreveram letras de músicas para celebrar a data. Os amigos amaram a ideia e começaram a incentivar a abertura de uma pizzaria própria.

Entretanto, o casal pensou de forma diferente e em vez de um local físico, criaram um serviço para levar pizzas e toda estrutura de forno, bancada, bandejas, chopeira com cerveja artesanal e ainda som e DJ para as festas, que se tornou viável com a permissão para realização de eventos após o ciclo de vacinações.

“Aniversários da família com pizza e música sempre foram as melhores festas aqui em casa. Cuidamos de todo processo, da massa artesanal ao forno à lenha. Tivemos o incentivo dos amigos e da família para abrir a Pizza da Montanha, principalmente da minha mãe, que sempre quis abrir seu próprio negócio mas não teve oportunidade.”

Shilon Zygiel

A Pizza da Montanha é uma empresa familiar (os filhos também se dedicam ao projeto) e o diferencial está no fato de que todas as pizzas são vegetarianas, fator que levou a empresa a se tornar conhecida nas plataformas digitais. A Pizza Pesto é um dos destaques do menu.


Vini Cordeiro

Vini Cordeiro @vinicordeiro se declara apaixonado por gastronomia e tudo que envolve o assunto. Porém, foi na pandemia que Vini aprofundou de vez seus laços com a comida.

Publicitário, trabalhou os últimos 10 anos pensando e criando conteúdo para internet para grandes clientes. Na pandemia, por falta de trabalho, Vini se viu com tempo livre para colocar em prática um sonho antigo de ter seu próprio canal de gastronomia.

“Eu nunca soube de onde veio esse meu envolvimento com a gastronomia… Mas eu me lembro que uma das minhas primeiras idas à cozinha foi por conta do Manual do Cientista do Franjinha do Maurício de Sousa, que ensinava uma receita de bolo. E acho que ali começou a minha paixão pela cozinha.”

Vini Cordeiro

Quando o influenciador percebeu que seus seguidores passavam de 10 mil, identificou um potencial nas redes digno de um planejamento para produzir ainda mais conteúdo. Sua receita de maior sucesso é o espaguete à carbonara!

“Meu o objetivo é compartilhar conteúdo, fazendo as pessoas entenderem que comer bem não precisa ser difícil, nem caro e que todo mundo pode fazer em casa.”

Vini Cordeiro

Sua inspiração gastronômica está em nomes como J. Kenji López-Alt e The Food Lab, um livro totalmente focado na ciência por trás da cozinha que combina bem com quem começou a se interessar por culinária com o manual do cientista. A dica do Vini para quem quer se aventurar em um novo ramo é abraçar as oportunidades e tentar ser o melhor que você conseguir.

Que tal aprender uma receita do Waffle do Vini feita com exclusividade para a Semana da Gastronomia Zona Sul? Aperte o play e bom apetite.

Quer ficar conectado à gastronomia?

Se você se inspirou nas histórias de quem vez do amor pela gastronomia sua atividade principal, a dica é ficar ligado nas dicas dos Chefs e Experts Zona Sul aqui no Gastronomia Carioca, e nas redes sociais: TikTok, Instagram, YouTube e Pinterest.

Fique conectado ao supermercado mais amado do Rio e faça o pedidos dos ingredientes para reproduzir em casa a receita que você mais gostou!