Conhecida como símbolo tropical, a banana já rodou o mundo protagonizando músicas, histórias e receitas. Prática, saborosa e muito versátil na gastronomia, não é à toa que é uma das frutas mais consumidas no mundo todo. Mas você conhece bem os tipos de bananas e como elas podem se tornar ingredientes incríveis para suas receitas, mesmo quando estão verdes ou já bem maduras? Até as cascas podem ser aproveitadas! Venha desvendar os segredos dessa fruta tropical com a gente!

Aqui você vai ver:

Bananas na moda: a fruta está presente nas estampas das ecobags Amo Rio por Paulo Ouro Preto.

Os benefícios da banana

Docinha e saudável, a banana é rica em vitamina C, A e B, além de ser riquíssima em potássio, mineral necessário para o funcionamento das células e ideal para regular a atividade dos músculos e nervos. Quando a vovó dizia que “comer bananas ajuda a evitar cãibras” ela estava coberta de razão, pois a fruta é muito indicada para quem pratica atividades físicas regularmente.

Por outro lado, um mito sobre a banana é sua fama de “prender o intestino”. Na realidade, ela ajuda a regular os movimentos peristálticos, facilitando o funcionamento intestinal.

Sabe-se que uma única banana supre cerca de um quarto da quantidade de vitamina C recomendada diariamente para crianças.

Fonte: Embrapa

Para quem deseja começar o dia com o pé direito, comer bananas logo no café da manhã pode ser a solução, pois a fruta contém triptofano, substância que ajuda a regular a produção de serotonina, hormônio que dá sensação de bem estar e melhora o humor.

Fruta do bem: a banana contém triptofano, que ajuda a regular a serotonina, o hormônio da felicidade.

Falando em começar o dia, existem diversas formas de consumir bananas logo no café da manhã: seja misturando com grãos e outras frutas em um delicioso bowl, ou adicionando rodelas a um poderoso açaí, mesclando com granola e iogurte de qualidade, preparando um smoothie bem cremoso ou curtindo um cake de banana exclusivo do Ateliê Doce Zona Sul.

Banana com B de Brasil

A bananicultura é um dos principais agronegócios internacionais, já que a banana é a fruta fresca mais consumida do mundo. Segundo a Embrapa, o Brasil é o quarto produtor mundial e o primeiro lugar no consumo da fruta. O país produz cerca de 6,9 milhões de toneladas de banana, sendo o Nordeste o maior produtor com quase 2,5 milhões de toneladas por ano.

Além do Brasil, China, Equador, Filipinas, Indonésia e México também são importantes produtores da fruta. Dentro do nosso território, a bananeira é cultivada em todos os estados brasileiros, em toda a faixa litorânea e também no interior. Mas sua concentração é nos Estados de São Paulo, Bahia, Pará, Santa Catarina e Minas Gerais.

No Brasil, praticamente toda a produção de banana é consumida no estado natural e muito pouco se industrializa, a não ser como opção para evitar desperdícios.

Fonte: Sebrae

Engana-se, portanto, quem acha que a banana só é comercializada em seu estado natural ou com destino à gastronomia. Tanto a fruta quanto a planta pode ser usada no artesanato, decoração, produção de papel e até para substituir os polímeros derivados do petróleo. (fonte: Sebrae).

Tipos de banana

No Brasil, as principais cultivares de bananeiras são as do tipo: Ouro, Nanica, Nanicão, Grande Naine, Maçã, Mysore, Prata, Pacovan, Prata Anã, Terra, D’Angola e Figo. Será que você conhece todos esses tipos de banana?

Banana-nanica ou d’água

É comprida com casca bem amarela e geralmente mais doce que os outros tipos. Apesar da banana-nanica não ter nada de pequena, o nome é inspirado no tamanho da bananeira, que é pequena.

Também conhecida como “banana d’água”, é indicada para atletas devido à sua alta concentração de potássio.

A banana d’água (nanica) é a preferida para o preparo na brasa, como sobremesa para aquele delicioso churrasco.

Banana-da-terra

É o tipo de banana de maior tamanho no país e seus frutos podem chegar a até 26 centímetros de comprimento. Por isso, é conhecida também como banana-comprida.

A banana-da-terra possui muito amido, o que pode dificultar sua digestibilidade quando consumida crua. Por isso, é aconselhado que seja utilizada frita ou cozida nos preparos culinários.

A banana-da-terra quando verde pode virar um lanchinho: chips saudáveis temperados.

Banana-prata

Das variedades existentes, a banana-prata é a menos calórica, sendo indicada para quem faz dietas e precisa de uma frutinha que dê sensação de saciedade e ajude na digestão.

De casca bem amarela com manchas marrons e polpa menos doce que a da banana-nanica, é mais consistente e indicada para diversos preparos na cozinha.

A Chef Zona Sul Thays Costa indica a banana prata como a melhor opção para um banana split!

Banana-maçã

De casca grossa, polpa branca e macia e perfume bem característico que lembra maçã, é a variedade com maior digestibilidade, sendo a mais indicada para oferecer aos bebês em fase de introdução alimentar.

De modo geral, as bananas de qualquer variedade podem ser oferecidas sem restrição ao bebê. De acordo com o Guia Alimentar para Crianças Brasileiras menores de 2 anos, as frutas podem ser oferecidas cozidas ou assadas sem adição de açúcar ou adoçante. Bananas muito maduras podem ser cozidas e render um purê!

Que que tem na sopa do neném? A banana-maçã é a mais indicada para os bebês. E o sabor é irrecusável!

Banana-ouro

De casca fina e polpa doce, é a menor banana entre as variedades nacionais. Todavia, é a mais calórica. É também conhecida como Inajá, Banana Dedo de Moça, Banana Mosquito ou Banana Imperador.

Muito consumida in natura, é também utilizada para preparo de panquecas, bolos, farofas e croquetes.

Pequena notável: a menor das variedades de bananas é também a mais calórica.

Como aproveitar a banana na culinária

A banana é um daqueles ingredientes perfeitos para o aproveitamento integral na cozinha. Afinal, aproveita-se a banana em todas as suas fases de maturação, além da sua casca. Desperdício zero!

Como cantava Carmen Miranda no jingle da distribuidora Chiquita Banana em 1944: “De qualquer maneira você pode comê-las / É impossível vencê-las”.

De forma geral, você pode aproveitar a banana em diferentes fases:

  • Verde: ideal para o preparo de biomassa de banana verde, um creme natural para diversos tipos de preparação, desde sucos até pratos salgados e doces.
  • Madura recente: na fase mais amarelinha, é boa para consumo ao natural e para preparo de geleias, tortas, entre outros
  • Bem madura (de casca escura): boa para pães, bolos, sobremesas e diversas receitas, principalmente doces e smoothies
  • Casca: se bem lavada, pode ser utilizada para preparar chá ou cozida no preparo de várias receitas, como pães, doces, farofas e bolos.
Tipos de bananas e como utilizar na cozinha por Zona Sul.

Receitas com banana

Existem inúmeras formas de aproveitar a banana na gastronomia e aqui você vai descobrir algumas receitas deliciosas, doces e salgadas, para deixar o seu dia a dia mais saudável, gostoso e bem tropical! Confira:

Banana Split fácil por Thays Costa

Se bater o calor, a sobremesa perfeita é a banana split! Colorido e docinho, o prato é fácil de montar e precisa ser consumido rapidinho, pro sorvete não derreter. Confira as dicas da Chef Zona Sul Thays Costa:

Ingredientes

  • 1 banana-prata
  • 3 bolas de sorvete Gelad
  • Chantilly em spray
  • Cerejas em calda
  • Calda de chocolate, caramelo ou doce de leite
  • Avelã moída

Modo de preparo

Para fazer esta receita de banana split, o primeiro passo é descascar a banana e cortar ao meio longitudinalmente. Coloque as metades lado a lado num prato, deixando espaço entre elas. Entre as metades de banana coloque as bolas de sorvete do sabor que mais gostar e, se quiser, espalhe uma calda a combinar.

O passo seguinte é colocar um montinho de chantilly em cada bola de sorvete, uma cereja em calda no topo de cada montinho e polvilhar a avelã moída. Regue a banana split fácil com mais calda e está pronta para servir! Consuma logo, para que o sorvete não derreta e a decoração não desmanche.


Muffin de banana com canela por Lorena Abreu

Um lanchinho saudável para toda a família que serve para todas as ocasiões, seja para aquele piquenique de domingo ou para a lancheira das crianças. Anote a receita da Expert em Cozinha Saudável Lorena Abreu!

Ingredientes

  • 3 bananas maduras amassadas
  • 4 ovos
  • 100 mL de laranja pera
  • ½ xícara de farinha de coco ou amêndoas
  • 3 colheres de sopa de açúcar de coco
  • 2 colheres de sopa de óleo de coco
  • ½ xícara de noz pecã grosseiramente picadas
  • ½ xícara de uva passa
  • Canela em pó e cardamomo a gosto
  • 1 colher de chá de extrato de baunilha
  • 1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo

Pré aqueça o forno a 210ºC. Em uma tigela misture todos os ingredientes. Distribua em forminhas e asse por 20 minutos ou até o palito sair seco.


Arroz de fim de festa com banana à milanesa por David Eleutério

O que fazer com aquele peru ou tender que sobrou da festa, ou com aquele frango assado do almoço em família? A dica do Chef Zona Sul David Eleutério é preparar um arroz de fim de festa com frutas, manteiga e ainda por cima bananas à milanesa!

A dica do Chef é utilizar qualquer banana que você preferir, exceto a banana-da-terra que é a mais “pesada” para o preparo.

Arroz de fim de festa por David Eleutério

Clafoutis de banana com chocolate por David Eleutério

Uma sobremesa francesa para servir quente e dividir com o mozão no friozinho do inverno. A dica é do Chef Zona Sul David Eleutério e o preparo é bem fácil.

Claufoutis de banana com chocolate por David Eleutério.

Pirarucu de casaca por Roberto Neves

Aproveite o sabor da culinária do norte do Brasil preparando o pirarucu, peixe conhecido como gigante da Amazônia, com banana-da-terra. A receita é do Chef Zona Sul Roberto Neves.

Ingredientes

  • 500g de filé de pirarucu fresco cortado em postas finas
  • 2 limões
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • 2 dentes de alho

Ingredientes para a farofa molhada

  • Mais ou menos 200g de farinha do Uarini ou d´água
  • Quanto baste de leite de coco para umedecer a farinha
  • Cheiro verde
  • Pimentão, pimenta cheirosa tomate e cebola a gosto
  • Sal a gosto

Ingredientes para as camadas

  • 1 banana pacovã, conhecida como banana-da-terra (frita e cortada em cubinhos)
  • 1 maçã grande (cortada em cubinhos)
  • 100g de uvas passas
  • 1 lata de milho verde
  • 1 pacote pequeno de azeitona
  • 1 cenoura cozida cortada em tirinhas
  • Batata palha
  • Azeite e ketchup para regar]

Modo de preparo

  1. Lave as postas de pirarucu com limão e depois tempere-as com sal, dois dentes de alho e a pimenta do reino. Em seguida seque com papel toalha, frite em pouco óleo e reserve.
  2. Prepare a farofa molhada que deve seguir a seguinte ordem: primeiro coloque a farinha, em seguida as verduras e o cheiro verde. Finalize com o leite de coco, colocando aos poucos até que a farinha fique molhada (cuidado para não colocar leite de coco demais). No fim, adicione sal a gosto.
  3. Agora comece a montar: primeiro um pouco de azeite no fundo de um refratário grande. Depois, uma camada da farofa molhada. Uma camada das postas. Uma camada dos demais legumes e frutas e assim sucessivamente até acabar.
  4. A última camada deve ser da farofa e por cima somente um leve salpicado de batata palha.

Cartola por Thays Costa e Leo Salgueiro

Inspirados na região norte do Brasil, os Chefs Zona Sul Thays Costa e Leo Salgueiro compartilham uma deliciosa receita de Cartola: sobremesa feita com banana grelhada, queijo coalho e melado. Aprenda a receita completa no perfil do Zona Sul no Pinterest.

Yes, nós temos bananas!

Por fim, sabe onde encontrar bananas de qualidade para utilizar nas suas receitas, incluindo opções 100% orgânicas? É claro que você acha tudo no supermercado mais amado do Rio! Faça o seu pedido e receba os melhores produtos selecionados pra você sem sair de casa! Capriche nas receitas com banana e aproveite o melhor da gastronomia!

Assegure-se que as bananas são orgânicas sempre observando o selo de certificação do SisOrg Brasil.